Dezirée & Lucca Forever

sexta-feira, agosto 10

Meu pai




Meu pai é uma figura! Cresci observando sua forma de lidar com a vida. Homem de poucas palavras, poucos gestos carinhosos, sobretudo com os filhos. Meu pai cresceu em meio a uma família de poucos contatos físicos e perdeu a mãe muito jovem. Ao receber essa triste notícia, seu superior no quartel não permitiu que ele fosse a sua despedida e riu daquele soldado que em um ambiente frio, demonstrava sentir algo por alguém, como se aquilo fosse uma terrível fraqueza... Meu pai conclui os estudos do segundo grau depois de 3 filhos grandes. Lembro bem das noites que acordei e o vi “agarrado” aos livros, buscando proporcionar a sua família melhores condições, já que concluir o segundo grau era também ascender em sua carreira... Vi meu pai chorar uma única vez na vida, quando eu aos 19 anos resolvi viver minha vida. Achei naquele instante que o havia machucado eternamente, mas os anos se passaram e quando retornei, lá estava ele de braços abertos e sem qualquer crítica, me acolheu de novo em casa. Meu pai passou grande parte da sua vida no meio de muitas mulheres, porque lá em casa somos um total de 05.

-Imaginem só, 5 x 1! E a gente ainda perde a paciência com ele...

Meu pai é uma referencia imensa em minha vida, de caráter, hombridade, ética, respeito. Meu pai é um homem que cumpre sua palavra. Tenho muito orgulho de ser sua filha e francamente eu não escolheria um pai diferente pra ser meu...

A ti meu pai, que ainda tenho em meus dias, meu amor, carinho e respeito!
 
De sua filha Fênix Forever
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget