Dezirée & Lucca Forever

sábado, maio 5

Flores sem perfume


Fuçando por aí, comecei a relembrar vozes, gestos e verdades contundentes sobre ideais de felicidade. Vi pessoas que juraram jamais vender sua alma livre a prisões de relacionamentos castradores. Juraram jamais ofuscar o brilho de seus olhares com tapa-olhos de sentimentos egoístas que por ciúmes, delimitam as visões dos seres que “dizem” amar. Juraram até mesmo que o seu cio nunca entraria em ciclos regulares que determinavam, quando, onde, e a que horas deveriam ter e dar prazer.
Quisera eu ter guardado não somente essas lembranças, mas também registrado em documentos cada letra soletrada em sussurros ao meu ouvido...
Ahhhhh!!!!
Que tristes são esses momentos de encontro com olhos sem brilhos e flores sem perfume...

Fênix Forever




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget