Dezirée & Lucca Forever

sábado, maio 3

Mãe- Obrigação x Amor


Apesar de sabermos que algumas datas existem para movimentar a economia, a emoção social na qual ela se apoio, acaba manisfestando em cada um de nós emoçoes diversas.
Percebo claramente que esse senso comum, produzido pelo aumento da necessidade de consumo nos afeta de um jeito intrigante.
Afloramos dores que cotidianamente tentamos conter, ou devido a pressa do dia-a-dia ou porque buscamos encobrir dores de nós mesmos, para afinal seguir em frente!
"Pois é assim que a sociedade determina como uma pessoa forte e centrada deve agir..."
Domingo próximo, dia 11 de maio de 2008, mais exatamente, será comemorado mais um Dia das Mães.

Diante de tanto comercial, algumas mães´já veteranas no assunto dizem: Meu dia é todo dia! ou ainda aquelas iniciantes que vivem agora a legria de sentirem especiais, por estarem vivenciando o que aprenderam ser a consolidação da mulher: A maternidade!
Durante muitos anos da minha vida, tive a necessidade, por vezes, desesperada, dessa complementaridade... até que um dia, de uma forma breve, ainda que profunda, esperimentei essa sensação, quase subime de gerar vida.
Hoje, apesar das contradições da dor da perda e doces lembranças, desejo realmente que a inópia comercial e o prazer materno se misturem, já que vivemos embrenhados por uma sociedade capitalista e excludente, não conseguiríamos nos despregar dessa teia....

Anseio profundamente por um Feliz dia das mães a todas as mães e em especial, a minha mãe Edneuza que me iniciou na vida e a minha filha Dezirée que me transformou em uma mulher, não pela maternidade em si, mas pela inacreditável força que esse sentimento nos dá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget