Dezirée & Lucca Forever

quarta-feira, novembro 23

Canção pra quem fugiu de casa so com a roupa da alma...

As portas do amor estavam abertas
Por onde deixavam entrar a noite
(Cautelosamente de pés descalços)
O amor anoitece o céu da boca e se faz repousar nas camas
Ao som de melodias da harpa-vento
Canção pra quem fugiu de casa só com roupa da alma
Porque amor é tempestade que dá folga aos botões da camisa
E se um dilúvio de amor inundasse os olhos
Os homens, então, reaprenderiam a chorar
Causando enchente nas almas e nas camas.

Ana Carolliny Barroso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget