Dezirée & Lucca Forever

sábado, outubro 8

Ao amor!

Acordei plena, serena e sem carências.Lembrei do amor, não aquele vestido de paixão ardente ou inundado de prazer, mas aquele que existe independente do querer. Aquele que chega e fica e vai se misturando ao dia-a-dia e passa a fazer parte de você. Aquele que não exige nada, que às vezes, num reencontro se expressa sem nenhuma pretensão,interesse ou necessidade. Talvez, eu digo "talvez", os grande amores nunca sejam vividos, apenas coexistam com a saudade, só pra não nos deixar vazios. Porque os grande amores, disso eu tenho certeza, poucas pessoas são capazes de sentir... 

Fênix Forever


''Não tenho tempo a perder.
Por favor, quando chegar esteja inteiro, ocupe espaço e seja pleno
Me impeça de pensar no amanhã e em outras tarefas suspensas
Me traga pro agora daquele momento onde você mora, me faça esquecer o cansaço, me traga um abraço, me fale de coisas que há tempos não nos permitimos fazer e me convença a transgredir a hora de dormir como boa-moça que nunca fui e estou
Me dê um porre, acenda todos os meus cigarros e me ache bonita
Me fale sobre as gostosuras da vida
Esqueça os pronomes começando as frases que nos despejamos quando entusiasmados e cheios de assunto
Depois se cale e me ponha a dançar, me faça chorar me lembrando que estou pura razão
Me incentive a querer mudar, me relembre essa dádiva de cama-leoa
Me ajude a fazer as malas, me tire de casa, me convença a trancar a porta por fora, me mande embora dessa covardia, me traga de volta para aquele meu sonho bonito.
Me traga: de novo fumaça, etérea, no espaço, sonora... de novo tão livre, tão solta.
E faça amor comigo sem pressa. Com todas as vírgulas que ignoramos."


(Marla de Queiroz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget